Skip to main content

Liberte-se da prisão das emoções / Augusto Cury ; rev. Susana Baeta.

Main Author Cury, Augusto Jorge, 1958- Secondary Author Baeta, Susana Language por.. Country Portugal. Edition 3ª ed. Publication Alfragide : Livros d'Hoje, 2010 Description 174 p. ISBN 9789722039543 Original title Superando o cárcere da emoção Abstract Os transtornos emocionais, as rejeições, os traumas sociais, as perdas, as frustrações e os estímulos stressantes , são registados na sua memória como zonas de tensão, se não forem trabalhados com inteligência pelo seu «eu». De acordo com a intensidade desses registos, uma barata pode transformar-se num monstro, uma perda pode bloquear o ânimo da vida, um confronto com uma pessoa pode travar a inteligência quando ela está à sua frente. As matrizes da nossa memória geram a prisão das emoções. A prisão do medo, da depressão, da ansiedade, do stress, do ciúme, da dependência psicológica das drogas tem atingido milhões de pessoas. O Homem nunca foi tão livre por fora, assim como, tão prisioneiro do seu ser interior. Não pense que somos livres só porque vivemos em sociedades democráticas. Podemos ser livres para expressar as nossas ideias, mas não somos livres para pensar. Todos temos dificuldades em gerir os nossos pensamentos, mas podemos fazê-lo num grau que nos permita ser felizes, sábios e seguros, na nossa bela e tumultuosa existência. O objectivo deste livro é contribuir para que o leitor desenvolva a sua inteligência, aprendendo a «navegar» nas águas da emoção através da compreensão de alguns dos pilares da própria inteligência Topical name Vida quodidiana - Emoções - Gestão
Inteligencia - Desenvolvimento
Star ratings
    Average rating: 0.0 (0 votes)
Holdings
Item type Current library Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Sala de Adultos - Não Ficção
S&B DES-PES CUR (Browse shelf(Opens below)) Available 010201610
Total holds: 0

Superando o cárcere da emoção

Os transtornos emocionais, as rejeições, os traumas sociais, as perdas, as frustrações e os estímulos stressantes , são registados na sua memória como zonas de tensão, se não forem trabalhados com inteligência pelo seu «eu». De acordo com a intensidade desses registos, uma barata pode transformar-se num monstro, uma perda pode bloquear o ânimo da vida, um confronto com uma pessoa pode travar a inteligência quando ela está à sua frente. As matrizes da nossa memória geram a prisão das emoções.
A prisão do medo, da depressão, da ansiedade, do stress, do ciúme, da dependência psicológica das drogas tem atingido milhões de pessoas. O Homem nunca foi tão livre por fora, assim como, tão prisioneiro do seu ser interior.
Não pense que somos livres só porque vivemos em sociedades democráticas.
Podemos ser livres para expressar as nossas ideias, mas não somos livres para pensar. Todos temos dificuldades em gerir os nossos pensamentos, mas podemos fazê-lo num grau que nos permita ser felizes, sábios e seguros, na nossa bela e tumultuosa existência.
O objectivo deste livro é contribuir para que o leitor desenvolva a sua inteligência, aprendendo a «navegar» nas águas da emoção através da compreensão de alguns dos pilares da própria inteligência

There are no comments on this title.

to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer